40 milhões de empreendedores brasileiros poderão receber microcrédito da Sebrae

Com o objetivo de abranger o valor mínimo 25 milhões de empreendedores, mas com um potencial enorme e capaz de alcançar até 40 milhões de pessoas, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) irá lançar ainda neste ano um novo programa de oferta de microcrédito.

Essa ação contará com a parceria da Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e algumas outras entidades que também pertencem a fomentos regionais. Segundo as principais informações divulgadas por Carlos Melles, presidente do Sebrae em uma coletiva de imprensa no ano de 2021, cerca de 40 instituições financeiras poderão estar envolvidas de forma direta e indireta no financiamento de negócios.

Além disso, ele também afirmou que o programa tem como objetivo oferecer as menores taxas de juros permitidas e possíveis do mercado. Carlos também diz que o crédito oferecido será assistido, e não apenas orientado. Dessa forma, o programa além de oferecer crédito, também poderá acompanhar a evolução de cada negócio lado a lado com os empreendedores, trazendo uma redução maior nos riscos de inadimplência.

No entanto, ao colocar em prática, essa estratégia irá demandar a contratação de cerca de 4 mil agentes de educação empreendedora e desenvolvimento que irão se dividir em diversas unidades do Sebrae com o principal intuito de acompanhar o microcrédito que será ofertado de perto.

Valores ofertados

Vale lembrar que os valores ofertados irão depender da realização de uma avaliação individual e vão de acordo com a realidade de cada negócio. Entretanto, os valores se iniciam a partir de R$500,00, e permitem que haja o financiamento de empresas até mesmo para os empreendedores que se encontram negativados. Com isso, todos os recursos disponíveis poderão ser liberados por meio da infraestrutura do Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe) do Sebrae.

Ainda de acordo com as informações dadas por Carlos, o Sebrae já possui um fundo de microcrédito que está operando há aproximadamente 35 anos, sendo que nos últimos 2 anos esse fundo conseguiu atingir todos os recordes históricos referentes ao incentivo dos empreendedores e movimentação. Todavia, o foco do novo programa é principalmente garantir que haja a ampliação desse fundo, estipulando uma meta mínima de atingir 25 milhões de empreendedores.

A gerência do novo fundo de microcrédito será organizada em parceria com o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) e contará com um apelo especial para a solicitação de benefícios de empresas que foram criadas nas regiões da periferia.

O anúncio oficial deste novo programa será realizado ainda neste ano, contando com todo o apoio do Governo Federal. Além disso, todo o processo para solicitar o microcrédito irá contar com a operação do Sebrae, utilizando a demanda espontânea e um foco no monitoramento em parceria com a Caixa Econômica Federal para conseguir identificar melhor os microempreendedores brasileiros.

Por fim, vale ressaltar que o programa irá buscar a formalização e o impulsionamento de negócios no país, mas que além disso, também disponibilizará os valores disponíveis para microcrédito e diversas formações profissionais.

Saiba também: Caixa Econômica pretende lançar programa de microcrédito para empreendedores

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*