Pular para o conteúdo

Lula criará Ministério das Micro e Pequenas Empresas

    Exemplo de micro e quena empresa

    Foto ilustrativa: exemplo de Micro e Pequena empresa

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou, na terça-feira (29/09), a criação de mais um Ministério, o das Micro e Pequenas Empresas, das Cooperativas e dos Empreendedores Individuais. O novo ministério será criado por meio de uma reforma ministerial que será anunciada em breve.

    Lula afirmou que a criação do novo ministério é um compromisso de seu governo com a geração de emprego e renda. As micro e pequenas empresas (MPEs) são responsáveis por mais de 50% dos empregos no Brasil.

    O novo ministério será responsável por políticas públicas voltadas para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas, como crédito, capacitação e acesso a mercados.

    A criação do novo ministério é um movimento importante para a consolidação do papel das MPEs na economia brasileira.

    Além da parte técnica, a criação do ministério, também é uma forma de atender politicamente o Centrão, comandado pelo atual presidente da Câmara que exige ministérios para que partidos como Progressistas e o Republicanos ingressem na base de apoio do governo federal.

     

    Como são classificadas as micro e pequenas empresas?

    As micro e pequenas empresas são classificadas com base em dois critérios: receita bruta anual e número de empregados.

    Microempresa (ME)

    São que tem receita bruta anual de até R$ 360 mil ou número de empregados de até 9 no caso de comércio e serviços, ou 19 no caso de indústria ou construção.

    Pequena empresa (EPP)

    São as que tem receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões ou número de empregados de 10 a 49 no caso de comércio e serviços, ou 20 a 99 no caso de indústria ou construção.

    As MPEs também podem ser classificadas de acordo com o setor de atividade econômica. Os principais setores são:

    Comércio

    Serviços

    Indústria

    Construção

    As MPEs são importantes para a economia brasileira. Elas são responsáveis por mais de 50% dos empregos no país e representam um grande potencial de crescimento econômico.

    O novo Ministério das Micro e Pequenas Empresas, das Cooperativas e dos Empreendedores Individuais terá como objetivo promover o desenvolvimento das micro e pequenas empresas no Brasil.

     

    Qual o percentual de micro e pequenas empresas no Brasil?

    De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2022, as micro e pequenas empresas (MPEs) representavam 99% do total de empresas no Brasil. Desse total, 80% eram microempresas (MEs) e 20% eram pequenas empresas (EPPs).

    As MPEs são responsáveis por mais de 50% dos empregos no Brasil, o que representa cerca de 16 milhões de pessoas. Elas também contribuem para a geração de renda e para o desenvolvimento econômico do país.

    O novo Ministério das Micro e Pequenas Empresas, das Cooperativas e dos Empreendedores Individuais terá como objetivo promover o desenvolvimento das MPEs no Brasil.

    A seguir, um resumo dos números das MPEs no Brasil:

    – 99% do total de empresas

    – 80% são microempresas (MEs)

    – 20% são pequenas empresas (EPPs)

    – 50% dos empregos

    – 16 milhões de pessoas empregadas

    Saiba mais

    – Caixa Econômica pretende lançar programa de microcrédito para empreendedores

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    0

    CARREGANDO