Pular para o conteúdo

Qual foi o balanço da Black Friday 2023 para o comércio?

    Balanço da Black Friday

    Imagem ilustrativa – Balanço Black Friday, queda nas vendas em 2023 de 15,5%.

    De acordo com dados da Neotrust, em parceria com a ClearSale, após o balanço Black Friday, o  faturamento do  do evento em 2023 no Brasil foi de R$ 4,5 bilhões, uma queda de 15,5% em relação a 2022. O volume de pedidos também caiu, de 13,1 milhões para 11,1 milhões.

    Os produtos mais vendidos foram eletrodomésticos (R$ 558 milhões), eletrônicos (R$ 478 milhões) e móveis (R$ 368 milhões).

    O Procon-SP recebeu 1.007 reclamações de consumidores durante a Black Friday, principalmente por não entrega ou demora na entrega (36%), maquiagem de desconto (150), mudança de preço ao finalizar a compra (129), pedido cancelado após finalização da compra (118) e produto e/ou serviço entregue diferente do pedido, incompleto e/ou danificado (86).

     

    Balanço Black Friday: Fatores que contribuíram para a queda das vendas em 2023

    Apesar da queda nas vendas, a Black Friday ainda é uma importante data para o comércio eletrônico no Brasil. O evento atrai milhões de consumidores em busca de boas ofertas.

    A queda de vendas da Black Friday 2023 em relação a 2022 foi causada por uma combinação de fatores, incluindo:

    – Inflação: A inflação, que está em alta no Brasil e no mundo, diminuiu o poder de compra dos consumidores. Com menos dinheiro no bolso, as pessoas estão comprando menos.

    – Alta dos juros: A alta dos juros, que encarece o crédito, também desestimulou as compras. Com juros mais altos, as pessoas ficam mais relutantes em contrair dívidas para comprar produtos ou serviços.

    – Aumento da concorrência: O aumento da concorrência, com a entrada de novos players no mercado, também pressionou os preços. Com mais lojas oferecendo descontos, os consumidores ficaram mais exigentes e passaram a esperar por ofertas ainda mais vantajosas.

     

    Precaução contra propaganda enganosa e fraudes

    Além dos fatores citados acima, especialistas também apontam a mudança de comportamento do consumidor como uma possível causa da queda das vendas. Nos últimos anos, os consumidores têm se tornado mais informados e exigentes. Eles estão mais propensos a pesquisar preços e comparar ofertas antes de comprar. Isso dificulta para as lojas oferecerem descontos realmente atraentes, o que pode ter contribuído para a queda da Black Friday.

    Apesar da queda nas vendas, a Black Friday ainda é uma importante data para o comércio eletrônico no Brasil. O evento atrai milhões de consumidores em busca de boas ofertas. No entanto, é importante que as lojas se adaptem ao novo cenário e ofereçam descontos realmente vantajosos para os consumidores.

    Saiba mais

    Pré-Black Friday registra R$ 1 bi no e-commerce e recuo de 8,7% nas vendas

    O que esperar Black Friday em 2023?

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    0

    CARREGANDO